v. 46 n. special 2 Jun (2022): Saúde, agrotóxicos e agroecologia

Saúde em Debate v. 46, n. especial 2, jun. 2022 - Saúde, agrotóxicos e agroecologia

“Este número especial da ‘Saúde em Debate’ que tem como tema ‘Saúde, Agrotóxicos e Agroecologia’ foi construído para contribuir com um debate estratégico, direcionado para aprofundar a compreensão de abordagens teóricas, práticas e epistemológicas mais críticas voltadas para o fortalecimento da agroecologia e a redução das nocividades dos agrotóxicos para a saúde, o ambiente e a sociedade. Buscou-se refletir sobre a relação entre esses elementos e o campo da saúde coletiva, na perspectiva de promover uma transição em direção a sistemas alimentares que propiciem justiça socioambiental, segurança e soberania alimentar e nutricional, territórios sustentáveis e a saúde” (trecho da Apresentação da revista assinado pelos editores científicos convidados Guilherme Franco Netto, Aline do Monte Gurgel e André Campos Burigo).

Reúne manuscritos com as seguintes temáticas: agronegócio no Cerrado; territórios indígenas e determinação socioambiental da saúde; exposição aos agrotóxicos em municípios mato-grossenses; produção de soja, agrotóxicos e participação na saúde ambiental no Uruguai; consumo e impactos de agrotóxicos na Colômbia; mulheres lavradoras e os agrotóxicos na agricultura familiar; agrotóxicos e saúde de trabalhadores rurais em Pernambuco; empoderamento e construção coletiva ante situações de risco no uso de agrotóxicos; saúde coletiva e agroecologia; plantas medicinais em agroflorestas na promoção de territórios saudáveis e sustentáveis; agricultura familiar e alimentação escolar no Rio Grande do Norte; compra de alimentos da agricultura familiar para alimentação escolar no Brasil; exposição infantil aos agrotóxicos no município do Rio de Janeiro; comercialização de agrotóxicos e o modelo químico-dependente da agricultura do Brasil; pulverização aérea de agrotóxicos em uma comunidade rural em contexto de conflito; benefícios fiscais aos agrotóxicos, sustentabilidade da agricultura e a saúde no Brasil; Territórios Saudáveis e Sustentáveis no Distrito Federal: agroecologia e impacto dos agrotóxicos; saúde coletiva e agroecologia: sistemas alimentares sustentáveis e saudáveis; vozes e fazeres do semiárido: convites à descolonização do campo científico; toxicologia crítica aplicada aos agrotóxicos; soberania alimentar, estratégia terapêutica para recuperar a saúde diante do avanço do extrativismo agroindustrial; saúde mental, direitos humanos e justiça ambiental: a ‘quimicalização da vida’; promoção da saúde e resistência camponesa; agroecologia e saúde coletiva na construção dos agrotóxicos como problema de saúde pública no Brasil; da pandemia à agroecologia; produtividade do agronegócio e suas externalidades sob a ótica do biopoder; agrotóxicos e desenvolvimento de câncer no contexto da saúde coletiva; Covid-19 e a fome: futuro agroecológico; agroecologia na agenda brasileira de políticas públicas; desastres socioambientais e sanitários do agronegócio; agrotóxicos, desfechos em saúde e agroecologia no Brasil; saúde e saneamento de uma comunidade quilombola no entorno da capital do Brasil; Chácara Bindu, uma experiência de agroecologia; vigilância em saúde de populações expostas a agrotóxicos; feiras orgânicas enquanto política de abastecimento alimentar e promoção da saúde; resenhas dos livros ‘Agrobiodiversidade e direitos dos agricultores’, de Juliana Santilli, e ‘Saúde, ecologias e emancipação: conhecimentos alternativos em tempos de crise(s)’, de Marcelo Firpo Porto, Diogo Ferreira Rocha e Marina Tarnowiski Fasanello.

Publicado: 2022-06-09

Edição completa

Artigo Original

Ensaio

Artigo de Opinião

Revisão

Relato de Experiência