Da pandemia para a agroecologia: construindo um novo paradigma socioecológico

building a new socio-ecological paradigm

Autores

  • Carolina Burle de Niemeyer Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz)
  • Vicente Carvalho Azevedo da Silveira Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro (UFRJ)

Palavras-chave:

Agroecologia. Movimentos sociais. Agronegócio. Covid-19. Neoextrativismo.

Resumo

A pandemia por Covid-19 exacerbou as crises social e ambiental em andamento. Neste ensaio crítico, enfatizamos o impacto do neoextrativismo e em especial do agronegócio nesse processo e reivindicamos a urgência de uma transição para uma nova ontologia socioecológica como único caminho possível para a manutenção da vida e do futuro (próximo) do planeta. A partir de um questionamento sobre o retorno à (a)normalidade, dialogamos com o debate sobre alternativas em disputa na América Latina, para evidenciar como movimentos sociais de viés agroecológico do Brasil vêm transformando a crise em oportunidade por meio da construção de “utopias concretas” que avançam na pavimentação de um novo paradigma Eco-social.

Downloads

Publicado

2022-07-04

Como Citar

1.
Niemeyer CB de, Silveira VCA da. Da pandemia para a agroecologia: construindo um novo paradigma socioecológico: building a new socio-ecological paradigm. Saúde debate [Internet]. 4º de julho de 2022 [citado 19º de agosto de 2022];46(especial 2 jun):377-90. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/5125