Edição Atual

v. 43 n. Especial 8 (2019): Outros olhares para a Reforma Sanitária Brasileira
Saúde em Debate v. 43, n. especial 8, DEZ. 2019

O objetivo deste número temático foi reunir questões contemporâneas que problematizam o caminho de construção de uma política de saúde no Brasil que garanta a dignidade e o bem-viver das populações. O convite para que outros olhares acerca da Reforma Sanitária Brasileira se apresentem surge em um momento de revoada, com transformações políticas, econômicas e sociais em todos os cantos do planeta, bem como movimentos retrógrados que colocam em xeque os avanços obtidos em décadas de luta por reconhecimento de direitos, penalizando uma vez mais os que ainda buscavam fazer ouvir suas vozes nas sociedades. O Centro Brasileiro de Estudos de Saúde (Cebes) e a revista ‘Saúde em Debate’ não só acolheram essa proposta como se constituíram o melhor espaço para provocar esse debate.

Temas abordados: determinantes sociais e populações de ocupações; crack em Manguinhos (RJ); análise da Estratégia Saúde da Família por movimentos populares do Ceará; saúde no campo: caminhos do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST); saúde mental da população negra pelo Grupo de Trabalho Racismo e Saúde Mental do Ministério da Saúde; pessoas LGBT em situação de rua e a saúde em Florianópolis (SC); transexuais e a transição de gênero; cuidado a travestis e mulheres trans em situação de rua em Belo Horizonte (MG); Movimento da Reforma Sanitária e Movimento Sindical da Saúde; o ensino da Reforma Sanitária Brasileira (RSB); indigenismo e Reforma Sanitária; saúde coletiva, colonialidade e subalternidades; o Sistema Único de Saúde (SUS) e a necropolítica liberal; saber-corpo e a descolonização da saúde coletiva; ‘Sobre o conceito da História’ na saúde coletiva; determinantes políticos da crise do SUS; a RSB e o sindicalismo na saúde; saúde coletiva e agroecologia; a RSB e a natureza do Estado: a questão agrária; movimentos feministas e a Reforma Sanitária no Brasil; saúde e Reforma Sanitária no contexto dos povos originários; política de saúde LGBT nas publicações em saúde coletiva; movimentos sociais contra o racismo de Estado: debate na saúde; a construção do SUS a partir da atuação de Agentes Comunitários de Saúde; o movimento social na RSB; resenha do livro ‘O que é lugar de fala’; manifesto sobre saúde e democracia na favela.

Publicado: 26-02-2020

Edição completa

Ver Todas as Edições