Desigualdades macrorregionais na atenção primária ao diabetes mellitus: comparação dos três ciclos do PMAQ-AB

Autores

  • Clarissa Galvão da Silva Lopes Universidade Federal do Maranhão (UFMA) https://orcid.org/0000-0002-5561-8997
  • Thiago Augusto Hernandes Rocha Methods Analytics and Technology for Health (Math Consortium) https://orcid.org/0000-0002-6262-3276
  • Érika Bárbara Abreu Fonseca Thomaz Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Aline Sampieri Tonello Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Núbia Cristina da Silva Rocha Methods Analytics and Technology for Health (Math Consortium)
  • Karlinne Maria Martins Duarte Universidade Federal do Maranhão (UFMA)
  • Rejane Christine de Sousa Queiroz Universidade Federal do Maranhão (UFMA)

Resumo

O objetivo do estudo foi identificar desigualdades macrorregionais relacionadas à estrutura e ao processo de trabalho para o atendimento do Diabetes Mellitus (DM) na Atenção Primária à Saúde (APS) ao longo dos três ciclos do Programa Nacional de Melhoria do Acesso e Qualidade da Atenção Básica (PMAQ-AB) no Brasil. Trata-se de um estudo ecológico, longitudinal, de abrangência nacional, com dados secundários dos três ciclos do PMAQ-AB. Os dados foram comparados entre as macrorregiões brasileiras utilizando o teste t com a correção de Bonferroni. As regiões Norte e Nordeste apresentaram os menores percentuais de adequação nos itens de estrutura: dependências da unidade (<74%), acessibilidade ao cadeirante (<63%), horário especial de funcionamento (<16%), equipe ampliada (<12%) e insumos (<89%) em todos os ciclos do PMAQ-AB quando comparadas às demais regiões. Já os itens relacionados ao processo de trabalho apresentaram pouca variação entre as regiões e os que apresentaram percentuais médios ≤ 75% de adequação foram: agenda especializada (41%, 33%, 41%), apoio matricial (58%, 72%, 70%), oferta e resolubilidade de ações (62%, 64%, 75%) e educação permanente (35%, 42%, 58%). Ainda existe a necessidade de investimentos na estrutura e melhorias no processo de trabalho das equipes principalmente nas macrorregiões Norte e Nordeste.

Publicado

2022-07-04

Como Citar

1.
Lopes CG da S, Rocha TAH, Thomaz Érika BAF, Tonello AS, Rocha NC da S, Duarte KMM, Queiroz RC de S. Desigualdades macrorregionais na atenção primária ao diabetes mellitus: comparação dos três ciclos do PMAQ-AB. Saúde debate [Internet]. 4º de julho de 2022 [citado 12º de agosto de 2022];46(133 abr-jun):376-91. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/6175

Edição

Seção

Artigo Original