Discurso jurídico-moral e saúde nas notícias sobre o programa Crack, é Possível Vencer

Autores

  • Silier Andrade Cardoso Borges Universidade Federal do Sul da Bahia
  • Maria Ligia Rangel Santos Universidade Federal da Bahia

Palavras-chave:

Política de saúde. Crack. Notícias.

Resumo

O estudo objetivou investigar os enquadramentos noticiosos sobre o programa Crack,
é Possível Vencer publicados nos principais veículos de comunicação da mídia impressa baiana
entre dezembro de 2011 e dezembro de 2014. Buscou-se analisar as disputas entre os diferentes
projetos na política de drogas no Brasil, entendendo que tais disputas de poder são atravessadas

pela midiatização. Considerando-se que os enquadramentos da mídia são modos de interpreta-
ção socialmente compartilhados, a análise das notícias identificou os quadros Jurídico-Moral,

Político-Econômico, Política de Saúde e Biomédico. Observou-se a predominância do quadro
Jurídico-Moral, que define o crack como problema de justiça e segurança, expresso por meio
da culpabilização dos usuários pelos males sociais. Embora minoritário, o quadro Política de
Saúde desponta como importante contraponto, evidenciando tensões que conformam o campo.
Espera-se, com a pesquisa, subsidiar investigações que se dediquem a analisar os modos de
apropriação dos discursos da mídia sobre o crack pelos profissionais responsáveis pelo cuidado.

Downloads

Publicado

2022-04-17

Como Citar

1.
Borges SAC, Santos MLR. Discurso jurídico-moral e saúde nas notícias sobre o programa Crack, é Possível Vencer. Saúde debate [Internet]. 17º de abril de 2022 [citado 8º de fevereiro de 2023];42(119 out-dez):876-85. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/997

Edição

Seção

Artigo Original