Avaliação de indicadores sociais e de saúde em municípios de Minas Gerais conforme tipologia rural-urbano

Autores

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde, Avaliação de programas e projetos de saúde. Saúde da criança. Indicadores básicos de saúde. Atenção Primária a Saúde., Indicadores sociais, Área urbana, Zona rural

Resumo

O presente artigo tem o objetivo de avaliar indicadores sociais e de saúde de municípios conforme a tipologia rural-urbano. Trata-se de estudo ecológico que utilizou dados oficiais de acesso público dos 853 municípios do estado de Minas Gerais, Brasil. Foram conduzidas análises descritivas e bivariadas através da Regressão de Poisson e Teste de Kruskal-Wallis. 547 (64,12%) são municípios rurais. A maior média do Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) foi observada entre os municípios urbanos. A maior média de cobertura da Estratégia Saúde da Família (ESF) foi verificada entre os municípios rurais. Nesses municípios foram demonstrados os melhores resultados para os indicadores de mortalidades infantil, prematura e por causas evitáveis, homogeneidade vacinal e prevalência de desnutrição. Os achados deste estudo evidenciam que uma maior cobertura da ESF está associada a ocorrência de melhores condições gerais de vida e de saúde das populações atendidas em municípios de tipologia rural. Recomenda-se aos gestores de saúde o fomento à consolidação da ESF em comunidades com contextos socioeconômicos e culturais desfavoráveis, como localidades rurais remotas e aglomerados urbanos, e o estabelecimento de ações intersetoriais com impacto positivo na saúde.

Publicado

2024-04-03

Como Citar

1.
Alves Pereira J, Fiúza Damasceno R, Mendes Vieira MR, Batista de Paula AM, da Silveira Pinto R, Lopes Leal D, Sant’Ana Haikal D. Avaliação de indicadores sociais e de saúde em municípios de Minas Gerais conforme tipologia rural-urbano. Saúde debate [Internet]. 3º de abril de 2024 [citado 21º de junho de 2024];48(140):e8449. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/8449

Edição

Seção

Artigo Original