Determinantes para repercussões na saúde mental de profissionais de saúde hospitalar na pandemia da Covid-19

Autores

Palavras-chave:

Pessoal de saúde. Saúde mental. Estresse ocupacional. Hospitais. Covid-19.

Resumo

Este artigo tem por objetivo sistematizar, a partir de evidências científicas, aspectos determinantes para o  sofrimento psicológico de profissionais de saúde no  âmbito hospitalar ante a reorganização do processo  de trabalho durante a pandemia da Covid-19. Trata-se de uma revisão de síntese integrativa de literatura, de  natureza qualitativa, mediante a busca de artigos  científicos nas bases de dados, Epistemonikos,  ScienceDirect, PubMed, Embase, Scopus e Web of  Science. Para os resultados, consideraram-se, as  multivariáveis de maior risco, fatores protetivos,  condicionantes e determinantes para repercussões  psicológicas em profissionais de saúde hospitalar no  curso da pandemia da Covid-19. Por outro lado, o  nível de exposição, as longas jornadas de trabalho, o  medo de se infectar e infectar seus familiares, de  trabalhar na linha de frente da Covid-19, a falta de  Equipamentos de Proteção Individual (EPI) e o  estigma foram os fatores determinantes e condicionantes para o sofrimento psicológico dos  profissionais de saúde, diretamente relacionados com esgotamento ocupacional, burnout, Transtorno de  Estresse Pós-Traumático, ansiedade, insônia e  depressão. A sistematização pode suscitar reflexões  acerca da necessidade de atualização de respostas  políticas, por meio de diretrizes e competências, para  estabelecer um processo de monitoramento contínuo  da saúde mental dos profissionais de saúde.

Downloads

Publicado

2023-08-19

Como Citar

1.
Novais JCEA, Santos MM, Prado NM de BL. Determinantes para repercussões na saúde mental de profissionais de saúde hospitalar na pandemia da Covid-19. Saúde debate [Internet]. 19º de agosto de 2023 [citado 25º de julho de 2024];47(138 jul-set):658-76. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/8127