O potencial da mediação de conflitos para o controle dos vetores das arboviroses nas favelas brasileiras

Autores

Palavras-chave:

Controle de vetores de doenças. Participação da comunidade. Prevenção de doenças. Vulnerabilidade social. Saúde ambiental.

Resumo

Este ensaio parte da premissa de que a melhor estratégia para controlar os mosquitos vetores das  arboviroses, e alcançar efetivos resultados profiláticos  no complexo ambiente urbano das favelas brasileiras,  é promover rotineiras ações de manejo ambiental  inseridas em uma orientação integrada e interdisciplinar. Essa premissa se sustenta na  complexa realidade social e urbana das favelas, no  histórico de insucessos das ações de controle dos  vetores em obter eficazes resultados profiláticos e nos exemplos bem-sucedidos de manejo ambiental no  País. O método profilático alternativo utilizado no  Brasil com base na liberação de mosquitos, em  particular infectados com Wolbachia é comentado,  mas ainda não possui resultado profilático nas favelas brasileiras. A partir dessa premissa, argumentamos  que existe um grande potencial de utilizar habilidades na mediação de conflitos para buscar efetivas e  factíveis ações de manejo ambiental na eliminação  dos criadouros urbanos dos vetores das arboviroses  nas favelas onde residem muitas comunidades  socialmente vulneráveis.

Downloads

Publicado

2023-08-19

Como Citar

1.
Wermelinger ED, Salles ICMS, Ferreira AP. O potencial da mediação de conflitos para o controle dos vetores das arboviroses nas favelas brasileiras. Saúde debate [Internet]. 19º de agosto de 2023 [citado 25º de julho de 2024];47(138 jul-set):630-4. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/8110