Eficiência em saúde pública: a trajetória de um conceito proveniente da engenharia

Autores

  • Janiele Cristine Peres Borges Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Ronaldo Bordin Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) https://orcid.org/0000-0002-6731-6603

Palavras-chave:

Eficiência. Administração pública. Gestão em saúde.

Resumo

A temática mais geral desta pesquisa diz respeito à eficiência na administração pública e sua manifestação na saúde pública. Em um contexto  neoliberal, marcado por políticas de austeridade, em  que as restrições orçamentárias em relação às  políticas sociais são um dos aspectos principais, a  análise sobre o que significa eficiência torna-se uma  questão de pesquisa relevante. As diferentes ideias  sobre eficiência, constituídas e modificadas ao longo  da história, exercem influência na gestão dos recursos públicos. Neste sentido, este artigo tem como  objetivo descrever a trajetória de desenvolvimento do conceito de eficiência na administração pública, mais  especificamente na área de saúde pública. Este argumento é baseado em três pressupostos: ao  longo de um século de desenvolvimento do conceito  de eficiência na administração pública, este conceito ainda é fortemente carregado de pressupostos oriundos da engenharia; esses pressupostos, por sua  vez, se conectam diretamente com princípios da  economia neoclássica, que estão na base de  perspectivas neoliberais aplicadas à gestão pública; e  na área da saúde, o conceito de eficiência fundado  apenas em pressupostos da economia de mercado é  insuficiente, necessitando ser articulado aos conceitos de eficácia e efetividade.

Publicado

2023-08-19

Como Citar

1.
Borges JCP, Bordin R. Eficiência em saúde pública: a trajetória de um conceito proveniente da engenharia. Saúde debate [Internet]. 19º de agosto de 2023 [citado 25º de julho de 2024];47(138 jul-set):616-29. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/8101