O Fundo de Saúde e sua apropriação pelas Organizações Sociais no município de São Paulo

Autores

  • Daniele Correia Universidade de São Paulo (USP)
  • Áquilas Mendes Universidade de São Paulo (USP)

Palavras-chave:

Sistema Único de Saúde. Política de saúde. Fundo de Saúde. Parcerias Público-Privadas. Orçamentos.

Resumo

Discute-se o Fundo de Saúde do município de São Paulo, destacando a apropriação dos seus recursos pelo setor privado, especialmente pelas Organizações Sociais (OS). Para tanto, a primeira parte apresenta os fundamentos mais gerais do Fundo Público. A segunda parte analisa a trajetória histórica do Fundo Municipal de Saúde e a utilização de seus recursos, em grande medida, para o financiamento da atenção básica, via Programa de Saúde da Família, executado pelas OS. A terceira apresenta as características das OS, analisando a evolução da apropriação dos recursos do Fundo de Saúde entre 2011 e 2021. Percebe-se que os recursos do Fundo de Saúde passam a ser cada vez mais apropriados por essas entidades de caráter privado, apresentando uma tendência de crescimento, alcançando um patamar de 89,2% do total dos recursos em 2021. Desse modo, constata-se o movimento de mercantilização implícita, marcado pela lógica de ampliação dos mecanismos de mercado no Sistema Único de Saúde municipal.

Downloads

Publicado

2023-05-28

Como Citar

1.
Correia D, Mendes Áquilas. O Fundo de Saúde e sua apropriação pelas Organizações Sociais no município de São Paulo. Saúde debate [Internet]. 28º de maio de 2023 [citado 25º de julho de 2024];47(137 abr-jun):76-89. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/7962

Edição

Seção

Artigo Original