As mudanças na política de atenção primária e a (in)sustentabilidade da Estratégia Saúde da Família

Autores

Palavras-chave:

Atenção Primária à Saúde. Política de saúde. Modelos de assistência à saúde. Equipe de assistência ao paciente.

Resumo

A Atenção Primária à Saúde é um nível de atenção estratégico para a conformação de um sistema de saúde sustentável e capaz de responder a necessidades diversas. Este artigo teve como objetivo analisar a normatização federal e suas implicações para a organização das equipes de atenção primária no Brasil. Pesquisa exploratória de métodos mistos, envolvendo a análise de 25 portarias federais e de dados secundários de abrangência nacional referentes às equipes homologadas no Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde, no período de 2017 a 2021. Os resultados indicam mudanças na direcionalidade da política quanto à configuração, ao financiamento e ao credenciamento das equipes. Verificaram-se expansão das equipes de atenção primária, redução de Agentes Comunitários de Saúde e enfraquecimento do Núcleo de Apoio à Saúde da Família. Os resultados sugerem que os estímulos a outros arranjos de equipes e a flexibilização da cobertura do agente comunitário e da atuação multiprofissional comprometem a sustentabilidade do modelo de Saúde da Família no Sistema Único Saúde.

Publicado

2023-05-28

Como Citar

1.
Mendonça F de F, Lima LD de, Pereira AMM, Martins CP. As mudanças na política de atenção primária e a (in)sustentabilidade da Estratégia Saúde da Família. Saúde debate [Internet]. 28º de maio de 2023 [citado 21º de junho de 2024];47(137 abr-jun):13-30. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/7841

Edição

Seção

Artigo Original