Avaliação da satisfação de usuários a partir da Carta SUS, no Rio Grande do Norte, Brasil

Autores

Palavras-chave:

Avaliação em saúde. Assistência hospitalar. Assistência ambulatorial. Satisfação dos usuários.

Resumo

Objetivou-se analisar a satisfação dos usuários e a caracterização dos serviços de atendimento hospitalar e ambulatorial do Sistema Único de Saúde (SUS). Realizou-se um estudo transversal analítico por meio de dados de usuários que responderam ao instrumento Carta SUS entre 2012 e 2013, no estado do Rio Grande do Norte. O banco de dados foi construído de forma a permitir análise estatística descritiva e inferencial. Dos 17.333 usuários que responderam à Carta SUS no período estudado, 62,3% eram mulheres, 62,4% tinham acima de 40 anos, 56,8% dos atendimentos foram realizados no interior do estado, 70,3% em serviços públicos, sendo a maior parte dos procedimentos (68,7%) caracterizados como de média complexidade e realizados em âmbito hospitalar (73,3%). Não houve diferença na avaliação dos serviços quando comparados homens e mulheres; as pessoas com mais de 60 anos tendem a avaliar melhor os serviços de saúde; em todos os aspectos pesquisados a alta complexidade e os serviços da capital tiveram melhores resultados (p≤0,001), as unidades privadas tiveram melhores avaliações do que as públicas. Os usuários apresentaram-se satisfeitos com os serviços, no entanto, aspectos peculiares colaboram para a mudança no nível de satisfação e revelam deficiências em questões essenciais à efetivação do SUS.

Downloads

Publicado

2022-04-17

Como Citar

1.
Silva Junior D do N, Braga BSF, Santos CDP, Borges REA, Noro LRA. Avaliação da satisfação de usuários a partir da Carta SUS, no Rio Grande do Norte, Brasil. Saúde debate [Internet]. 17º de abril de 2022 [citado 25º de abril de 2024];42(119 out-dez):901-15. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/555

Edição

Seção

Artigo Original