Percepção da Equipe de Saúde da Família sobre o cuidado a usuários de drogas

Autores

Palavras-chave:

Relações profissional-família. Drogas ilícitas. Conhecimentos, atitudes e prática em saúde. Estratégia Saúde da Família. Filosofia em enfermagem.

Resumo

Estudo com objetivo de compreender a percepção da equipe da Estratégia Saúde da Família sobre o cuidado a usuários de drogas. Trata-se de estudo fenomenológico na abordagem de Maurice Merleau-Ponty, realizado com nove profissionais de uma Unidade Saúde da Família no interior da Bahia, Brasil, por meio da entrevista aberta relacionada à leitura de Desenhos Estória com Tema produzidos pelos próprios participantes. A compreensão das descrições ocorreu mediante a técnica Analítica da Ambiguidade, que originou dois eixos temáticos: a crença na existência de um espaço de inserção próprio do usuário de drogas; e a crença de que o usuário está fora da sociedade. Assim, olhar o usuário como quem olha de fora, sem entrelaçar-se com ele, contribui para a segregação e a exclusão social, o que requer dos profissionais a suspensão de teses que sustentam no campo do uso de drogas e a ressignificação da forma como veem e cuidam do usuário de drogas e sua família.

Publicado

2022-06-29

Como Citar

1.
Lira LSSP, Andrade LM, Peixoto LCP, Malhado S de CB, Sena EL da S. Percepção da Equipe de Saúde da Família sobre o cuidado a usuários de drogas. Saúde debate [Internet]. 29º de junho de 2022 [citado 12º de agosto de 2022];44(125 abr-jun):372-83. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/3120

Edição

Seção

Artigo Original