A escolha da via de parto e a autonomia das mulheres no Brasil: uma revisão integrativa

una revisión integradora

Autores

Palavras-chave:

Parto. Obstetrícia. Cesárea. Medicalização. Saúde da mulher.

Resumo

O artigo trata de uma revisão integrativa sobre os determinantes que envolvem a escolha da via de parto no Brasil. Foram selecionados e analisados 15 documentos focando na escolha da via de parto sob a perspectiva da autonomia das mulheres e a prevalência da cirurgia cesariana. O estudo revelou três categorias para análise: o perfil socioeconômico das mulheres inseridas no atendimento público e privado, relação assimétrica entre os profissionais de saúde e parturiente e aspectos socioculturais que envolvem a escolha da cesárea comumente conhecidos como a "cultura da cesárea". Os achados revelaram aspectos como acesso aos serviços, violência obstétrica, informação às mulheres sobre as vias de parto como preponderantes. Quanto à autonomia das mulheres, elas não se sentem participativas ou respeitadas na decisão. Os achados esperam contribuir na discussão sobre a elaboração de medidas que garantam o direito da mulher quanto a participação na escolha da via de parto, possibilitando a escolha informada e resgatando a autonomia das mulheres em seu processo gravídico-puerperal.

Downloads

Publicado

2022-06-30

Como Citar

1.
Rocha NFF da, Ferreira J. A escolha da via de parto e a autonomia das mulheres no Brasil: uma revisão integrativa: una revisión integradora. Saúde debate [Internet]. 30º de junho de 2022 [citado 2º de outubro de 2022];44(125 Apr-Jun):556-68. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/2793