Cuidado à família enlutada: uma ação pública necessária

una ación necessaria

Autores

  • Giovanni Gurgel Aciole Departamento de Medicina/UFSCar
  • Daniela Carvalho Bergamo

Palavras-chave:

Luto. Hospitais. Cuidados paliativos na terminalidade da vida. Saúde pública.

Resumo

O processo de luto é singular, e se desenvolverá conforme as características do enlutado e das circunstâncias da morte, que ocorre cada vez mais nos hospitais. Frente a esta há dificuldades no enfrentamento do luto. É importante a oferta de cuidado às famílias enlutadas. Este estudo relata e analisa as repercussões das intervenções ofertadas por um hospital público do interior paulista, por meio de pesquisa qualitativa, com abordagem compreensiva a partir da fenomenologia sociológica. Utilizou-se entrevista semiestruturada e o material coletado foi submetido à análise de conteúdo. Os familiares enlutados manifestaram dificuldade para enfrentar o luto mesmo que de uma morte previsível e da necessidade de um espaço para que sejam ouvidos e compreendidos. O estudo comprova o benefício do cuidado ao luto ser realizado pela equipe do hospital pelo conforto sentido pela família diante do ocorrido, e pelo contato com a equipe no perído post-mortem do usuário.

Biografia do Autor

Daniela Carvalho Bergamo

Psicóloga. Mestre em Gestão da Clinica. Programa de Pós-graduação em Gestão da Clinica. UFSCar.

Downloads

Publicado

2022-05-29

Como Citar

1.
Aciole GG, Bergamo DC. Cuidado à família enlutada: uma ação pública necessária: una ación necessaria. Saúde debate [Internet]. 29º de maio de 2022 [citado 12º de agosto de 2022];43(122 jul-set):805-18. Disponível em: https://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/1949