CHAMADA DE ARTIGOS PARA NÚMERO ESPECIAL DA SAÚDE EM DEBATE ‘A SAÚDE COLETIVA FRENTE À PANDEMIA DA COVID-19’

2021-02-12

Tema: A Saúde Coletiva frente à pandemia da Covid-19

Prazo de submissão: 15/04/2021

Esta chamada é destinada a compor um número especial da revista “Saúde em Debate”, editada pelo Cebes (Centro Brasileiro de Estudos de Saúde) em parceria com a Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) e a Universidade de Brasília (UnB). Título: “A Saúde Coletiva frente à pandemia da Covid-19”. O foco da publicação é propiciar uma reflexão e debate sobre a contribuição e o papel da saúde coletiva no enfrentamento da Covid-19 no Brasil e na América Latina.

CONTEXTO

Passado um ano desde o início da detecção do novo coronavírus e de sua disseminação pelo mundo, os países ainda enfrentam os desafios colocados pela segunda onda da Covid-19. No Brasil, já ultrapassamos mais de 8 milhões de infectados e de 240 mil mortos, com sistemas regionais e municipais de saúde em situação de colapso, com a falta de leitos de UTI, de equipamentos e insumos essenciais para garantir a assistência adequada aos pacientes.

Surpreendentemente, o desenvolvimento de vacinas para imunização da população ocorreu em um período de tempo inferior a um ano, mas o acesso ao imunizante tem enfrentado obstáculos políticos e operacionais que podem comprometer a capacidade do País em obter a imunidade de grupo, necessária para reduzir a taxa de infecção pelo Sars-Cov2, no menor tempo possível.

Concomitantemente, temos a ausência de uma política de comunicação do governo federal que informe à população sobre os riscos da doença e a necessidade das medidas de proteção, incluindo a vacinação. Em contrapartida, tivemos declarações que negaram a gravidade da doença, preconizaram o uso de drogas ineficazes para a sua prevenção e tratamento e o desmantelamento do sistema público de saúde, sujeitando as populações mais vulneráveis a condições de risco para a sua sobrevivência.

O que vem sendo observado é que, no vácuo da presença do governo federal para exercer com autoridade um papel de liderança no combate à Covid-19, gestores municipais e estaduais buscaram construir estratégias próprias para lidar com os efeitos da pandemia nas suas populações. O resultado coloca o País entre aqueles com pior atuação e que mais sacrificou vidas e causou sofrimento à sua população.

EIXOS TEMÁTICOS

Os artigos devem se inserir em um dos seguintes eixos temáticos relacionadas à pandemia do novo coronavírus:

  1. Políticas e ação institucional dos Poderes da República;
  2. Financiamento e relações interfederativas no enfrentamento da Covid-19;
  3. Comunicação e divulgação científica, redes sociais, fake news e movimentos de grupos antivacina;
  4. A emergência da ciência aberta/dados abertos;
  5. Política de imunização, vigilância sindrômica/epizootias;
  6. Violência doméstica, infantil e contra idosos e suas relações com o confinamento;
  7. Populações vulneráveis, auxílio emergencial, pobreza e fome: as desigualdades evidenciadas e agravadas;
  8. Consequências da pandemia na morbidade e mortalidade materna e nos direitos sexuais e reprodutivos;
  9. Desafios da gestão municipal, regional e estadual na assistência à Covid-19;
  10. Redes assistenciais e modelos de atenção à Covid-19;
  11. As sequelas funcionais e dos transtornos mentais da pandemia de Covid-19.

ORIENTAÇÕES GERAIS

Aceitam-se artigos inéditos resultantes de pesquisas individuais ou de grupos, de dissertações de mestrado acadêmico ou profissional, de teses de doutorado de alunos de Programas de Pós-Graduação nacionais ou internacionais, em desenvolvimento e/ou desenvolvidos, nos últimos cinco anos.

Serão publicados no máximo três artigos por autor, sendo apenas um como autor principal. Artigos aprovados e não incluídos no número especial poderão ser publicados em números regulares da revista.

O processo de avaliação seguirá os mesmos procedimentos utilizados para os números regulares, explicitados nas normas da revista. Os artigos provados serão imediatamente disponibilizados na modalidade preprint na base SciELO.

A submissão dos artigos deve ser feita no site da “Saúde em Debate” http://www.saudeemdebate.org.br/. Para a redação do artigo devem ser seguidas as normas técnicas da revista disponíveis no site.

No formulário de cadastro do artigo, em “Comentários para o editor”, explicitar que o artigo está sendo submetido para o número especial “A Saúde Coletiva frente à pandemia da Covid-19” e indicar um dos eixos temáticos a ser publicado. O presente número temático poderá receber artigos originais, ensaios, revisões, artigos de opinião, relatos de experiência, resenhas e entrevistas.

O PRAZO DE SUBMISSÃO DOS ARTIGOS SE ENCERRA EM 15/04/2021.

Cordialmente,

Comitê Editorial.