A Saúde em Debate v. 43 n. 121 de 2019 sai às vésperas da 16ª Conferência Nacional de Saúde, convocada em 2018 pelo Conselho Nacional de Saúde, com o lema: Democracia e Saúde. Ciente dos tempos que o Brasil atravessa nos últimos anos, com sabedoria, a Conferência adotou a ideia de que a 16ª será a 8ª + 8 = 16, isto é, deverá se debruçar sobre os grandes eixos tratados na histórica 8ª Conferência: Saúde como direito, Consolidação dos princípios do Sistema Único de Saúde (SUS) e Financiamento do SUS.

O Cebes, quando de sua fundação, em 1976, entendeu de maneira clara que saúde e democracia constituem um par indivisível. Um não pode existir sem o outro. E sabia que a luta para assegurar saúde e democracia não era de longo prazo, era permanente. O que talvez tenhamos subestimado foi a agressividade de nossas elites escravocratas contra qualquer avanço social e seu esforço insanável de rapina e ganhos de curto prazo, ausência de projeto nacional e descompromisso com a soberania e a democracia.

Este número aborda os seguintes temas: os 30 anos do SUS e a relação público-privada; regionalização em saúde no Acre; alocação de recursos na atenção à saúde no Brasil; orçamentos públicos em saúde; Sistema de Classificação de Risco Manchester; reconciliação de medicamentos; trabalhadores da saúde e empresa estatal de direito privado; malformações congênitas e agrotóxicos; gestantes de alto risco; abortamento após estrupo; redes sociais e apoio ao aleitamento materno; família e cuidado em saúde mental; Caps – Álcool e Drogas; transtornos mentais e pessoas convivendo com HIV; hipertensos na atenção básica; cuidado de idosos; Diabetes Melittus na mídia impressa; regulação de preços de medicamentos; produção científica sobre o Projeto Mais Médicos para o Brasil; controle da hanseníase; atenção domiciliar no SUS; acesso avançado em uma Unidade de Saúde da Família em São Paulo; atuação do médico de família; saúde mental em centro de detenção de refugiados; Projeto Gestão e Gentileza em plantões noturnos.

Publicado: 15-07-2019

Edição completa