A disseminação cultural das garrafadas no Brasil: um paralelo entre medicina popular e legislação sanitária

  • Márcia Maria Barros dos Passos Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Faculdade de Farmácia – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
  • Rayane da Cruz Albino Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Faculdade de Farmácia – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
  • Michele Feitoza-Silva Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Instituto Nacional de Controle de Qualidade em Saúde (INCQS) – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
  • Danilo Ribeiro de Oliveira Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Faculdade de Farmácia – Rio de Janeiro (RJ), Brasil.
Palavras-chave: Garrafadas. Plantas medicinais. Preparações farmacêuticas. Legislação sanitária.

Resumo

Garrafadas, em geral, são combinações de plantas medicinais veiculadas em bebidas alcoólicas, utilizadas com diversas finalidades na medicina popular. O presente estudo apresentou um panorama das garrafadas, relacionando-as à regulamentação sanitária no Brasil. Para tal, foi realizada uma pesquisa descritiva exploratória das garrafadas divulgadas na internet, bem como das notificações de queixas técnicas e eventos adversos junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). A pesquisa mostrou que as garrafadas são amplamente divulgadas na internet. Concluiu-se que as garrafadas são comercializadas em todo País, sem nenhuma barreira, sendo órfãs de regulamentação sanitária específica, mas legitimadas pela cultura popular.

Publicado
2018-03-31
Como Citar
Passos, M., Albino, R., Feitoza-Silva, M., & Oliveira, D. (2018). A disseminação cultural das garrafadas no Brasil: um paralelo entre medicina popular e legislação sanitária. Saúde Em Debate, 42(116), 248-262. Recuperado de http://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/811
Seção
Artigo Original