Imigração haitiana em Cascavel, Paraná: ponto de convergência entre história(s), trabalho e saúde

Palavras-chave: Trabalhadores, Saúde do trabalhador, Emigração e imigração, Saúde pública

Resumo

O objetivo do estudo é analisar a relação entre trabalho e saúde dos imigrantes haitianos em Cascavel (PR), com foco na indústria frigorífica avícola. Para tanto, foi realizada pesquisa qualitativa, com três fontes de dados: entrevistas semiestruturadas (11), acordos coletivos de trabalho e notícias on-line. Os haitianos começaram a chegar a Cascavel em 2010 e se inseriram nas agroindústrias avícolas. Nas entrevistas, foram descritas diversas situações envolvidas na saúde do trabalhador, desde sintomas inespecíficos até acidentes de trabalho, além do racismo. Diante desse cenário, a comunidade haitiana tem procurado formas de resistência, por meio da Associação Haitiana de Cascavel e da participação nas igrejas locais.

Publicado
2018-10-31
Como Citar
1.
Eberhardt LD, Schütz GE, Bonfatti RJ, Miranda AC de. Imigração haitiana em Cascavel, Paraná: ponto de convergência entre história(s), trabalho e saúde. Saúde debate [Internet]. 31º de outubro de 2018 [citado 29º de outubro de 2020];42(118):676-8. Disponível em: http://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/77
Seção
Artigo Original