O modelo de vigilância da água e a divulgação de indicadores de concentração de fluoreto

  • Paulo Frazão Universidade de São Paulo (USP) – São Paulo (SP), Brasil. pafrazao@usp.br
  • Helenita Correa Ely Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS) – Porto Alegre (RS), Brasil. helenitaely@gmail.com
  • Luiz Roberto Augusto Noro Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) – Natal (RN), Brasil. noro@ufrnet.br
  • Helder Henrique Costa Pinheiro Universidade Federal do Pará (UFPA) – Belém (PA), Brasil. helder@ufpa.br
  • Jaime Aparecido Cury Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Campinas (SP), Brasil. jcury@fop.unicamp.br
Palavras-chave: Política pública. Vigilância. Água potável. Fluoretos.

Resumo

A vigilância da água é uma estratégia essencial para assegurar padrões de segurança e qualidade para o consumo humano. Entre os parâmetros de qualidade, destaca-se o fluoreto. O objetivo deste estudo foi descrever o modelo de vigilância da qualidade da água e apresentar uma proposta de indicadores e disseminação das informações à população com relação ao parâmetro fluoreto. Com base nas principais evidências científicas, explica-se a importância de se manter o parâmetro sob controle nos sistemas de abastecimento e apresenta-se uma descrição sumária do modelo de vigilância da água no Brasil, mostrando que o desenho não oferece indicadores para monitorar longitudinalmente o parâmetro nem a visibilidade a todos os que têm direito à informação. Em seguida, apresentam-se as bases técnicas e operacionais do Sistema de Vigilância da Fluoretação da Água de Abastecimento Público, uma proposta para aprimoramento do modelo. Indicadores para disseminação das informações são descritos, argumentando-se que o País dispõe de recursos e condições para superar a precariedade das informações sobre a concentração de fluoreto e sobre a cobertura da fluoretação da água em todas as unidades do território nacional.

Publicado
2018-03-31
Como Citar
Frazão, P., Ely, H., Noro, L., Pinheiro, H., & Cury, J. (2018). O modelo de vigilância da água e a divulgação de indicadores de concentração de fluoreto. Saúde Em Debate, 42(116), 274 - 286. Recuperado de http://revista.saudeemdebate.org.br/sed/article/view/21